Sala de Imprensa - Releases

Campanha criada pela F.biz marca a estreia da Rico na mídia

Conceito “Não poupe. Invista” introduz a empresa digital de investimentos do Grupo XP no mercado anunciante com campanha estrelada por Evaristo Costa, João Vicente e Fluvia Lacerda

As aplicações em fundos de investimento cresceram 32,8% em 2017, enquanto os recursos alocados na poupança tiveram alta de apenas 9% no mesmo período. O dado da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) aponta para um novo hábito do brasileiro, que começa a repensar a sua relação com o dinheiro. O movimento ganha impulso com a campanha "Rico, eu?", que marca a estreia da empresa digital de investimentos Rico, do Grupo XP, na mídia. Criada pela F.biz, a ação lançada nesta terça-feira (17/4) pretende instruir as pessoas a aplicar as suas próprias economias, mostrando que "ser rico é investir com inteligência".

"Queremos desmistificar o estereótipo que as pessoas tem hoje da figura do investidor e a ideia de que investir é algo complicado, difícil, e que é necessário muito dinheiro para começar. A Rico vai mostrar para o brasileiro que, assim, é possível cuidar do próprio dinheiro de forma muito mais eficiente do que simplesmente poupar", comenta Fernando Vasconcellos, head de marketing do Grupo XP. Para Alessandro Bernardo, diretor-executivo de criação da F.biz, "a expectativa é acionar o gatilho para uma mudança de comportamento capaz de transformar o Brasil em um País de investidores e não de poupadores".

Com o slogan "Não poupe. Invista", a campanha propõe a substituição da postura típica do poupador pela atitude de se investir em produtos capazes de rentabilizar o dinheiro. Pessoas sérias e engravatadas dão lugar a investidores confiantes, deixando o clichê de lado nos três filmes da campanha.

Um deles é interpretado por Evaristo Costa, que escolheu outro rumo para a sua carreira após deixar o mundo dos telejornais. "Quando você pensa em jornalista, quem vem à sua mente?". A pergunta feita por Costa é acompanhada da imagem de profissionais reservados, sentados em uma bancada. Mas na cena seguinte, ele aparece vestido com camiseta e calça jeans falando de um jeito descontraído: "Eu sou o Evaristo Costa. Jornalista e influenciador digital". A mesma sequência é repetida para quebrar o padrão também dos investidores. "Quando você pensa em investidor, imagina caras engravatados, com telas repletas de números?", questiona Costa. "Eu sou investidor. E você também pode ser", lembra ele, que finaliza dizendo: Rico, eu? Se ser rico é investir com inteligência, então sim. Abra a sua conta".

Os filmes com a modelo Fluvia Lacerda e o ator João Vicente de Castro seguem o mesmo roteiro. Cada um deles apresenta ainda tutoriais educativos explicando "como abrir uma conta na Rico", "como começar a investir na Rico" e "como a Rico pode me ajudar a investir melhor". Além dos filmes, que serão exibidos na TV por assinatura e na internet, a campanha desenvolvida pela F.biz também integra peças de mídia out of home.

Para assistir aos filmes, acesse:

Cenário e oportunidade

O mercado de aplicações financeiras somou cerca de R$ 2,7 trilhões em 2017, o que equivale a um aumento de 11,8% em relação ao ano anterior, segundo dados da Anbima. A entidade estima que apenas 24% da população economicamente ativa faça algum tipo de investimento. E o pouco que se aplica ainda é na poupança, que ano a ano perde em rentabilidade para outros ativos.

O despreparo das pessoas em lidar com as suas próprias finanças abre caminho para se construir uma nova relação com o dinheiro, um jeito inteligente, seguro e transparente de obter assessoria, ferramentas e serviços customizados. A Rico quer ensinar a diferença entre guardar dinheiro e investir, proporcionando a autonomia necessária para que cada indivíduo saiba conduzir a sua vida financeira.

Ficha Técnica

Anunciante: RICO Investimentos

Agência: F.biz

Título: Rico, eu? 

Produto: Institucional

CCO: Guilherme Jahara

Diretor-executivo de criação: Alessandro Bernardo

Criação: Kika Botto, Glauber Dorotheu, Alvaro Barth, Maria Rita

Angeiras, Renata Longhi, Natalia Fava, José Diniz

Produtora: Bossa Nova Films

Coordenador de produção: Pedro Gomes

Produção executiva: Edu Tibiriça, Sandra Othon

Direção: Gonzo Llorente

Direção de fotografia: Daniel Belinky, Thiago Beck

Atendimento/ Produtora: Paula Alves

RTVC: Iara Demartini, Indaiara Pelizario

Produtora Musical e Sonoplastia: Cabaret

Produção Musical e Sonoplastia: Otávio Cavalheiro

Maestro: Otávio Cavalheiro

Mixagem: Otávio Cavalheiro

Atendimento/ Produtora musical: Debora Carvalho

Coordenação: Verusca Garcia, Nicole Bonnet 

Locutor: Sem locutor

Produtora/ Som: Cabaret

Montagem: Rafa Mesquiara

Produção gráfica: Jorge Gaglioni

Finalização: Bossa Nova Films

Pós-produção: Bossa Nova Films

CSO: Renata d'Avila

Planejamento: Sara Silva, Marina Mouco, Mariana Viçossi  

Mídia: Willian Zanette, Eric Zanelli, Guilherme Reggiani, Amanda Lavrador

UX / Design: Mauro Belucci, Gustavo Terra, Tatiana Avila, Marcos Vianna

BI: Amanda Gasperini, Guilherme Paiola

Art Buyer: Izabel Abreu

CBO: Juliana Nascimento

Atendimento: Mirella Bergamini, Thamy Alegria Ortiz, Túlio Pizano, Marco Cappanari

Aprovação Cliente: Fernando Vasconcellos, Marcel Bittencourt, Isabela Ramos, Gabriela Mourão Dayan

Imagens para download:

Imagem

Frame do filme de Evaristo Costa

Frame do filme de Evaristo Costa

Imagem

Frame do filme de Fluvia Lacerda

Frame do filme de Fluvia Lacerda

Leia Também